Escolha uma Página

Ainda falando sobre a organização das informações em um layout hoje vou ensinar aqui como organizar as informações do seu layout por ordem de relevância e fazendo com que a peça cumpra o seu objetivo.

Olá pessoal estou de volta com mais um artigo da série sobre layout e diagramação de peças gráficas e hoje vamos falar mais um pouco sobre a organização das informações especialmente a hierarquia das informações.

Alguns designers tem dificuldades nesse ponto, as vezes aqueles profissionais menos experientes acabam não sabendo como organizar as informações no seu layout seguindo uma ordem de importância e relevância da informação.

Isso é extremamente normal especialmente se você precisa organizar um grande volume de informações em uma peça. Você precisa posicionar o título, os dados informacionais, os patrocinadores, a marca da empresa, as empresas parceiras etc.

Realmente essa é uma parte que pode dar um pouco de dor de cabeça mo começo, mas quando você começa a se familiarizar com algumas técnicas básicas de organização de informação isso fica mais fácil.

Qual é uma forma segura de hierarquia da informação?

Todo layout correto organiza bem as informações mostradas, o designer portanto tem que garantir que as informações sejam exibidas de forma que o leitor compreenda a mensagem e execute a ação apontada pela peça.

Por exemplo, vamos supor que você está projetando um cartaz para anunciar um evento musical, a intenção da peça é que o público alvo tome conhecimento do evento e busque mais informações sobre o mesmo.

Para fazer com que a peça alcance esse objetivo é importante que você tenha as informações certas e organizadas de uma maneira adequada. Para fazer isso podemos organizar as informações basicamente em três níveis: título / imagem, texto do anúncio e “call to action”.

A sequência de apresentação das informações deve seguir exatamente essa que acabei de mencionar, ou seja, primeiramente o título do anúncio, eu coloquei uma barra ali por que você pode utilizar ao invés de um título uma imagem.

O importante é chamar a atenção do publico alvo de alguma forma, lembra do que ensinei no artigo anterior sobre a ordem das coisas? Então, essa é a hora de você estabelecer a ordem de leitura da sua peça.

Como você vai fazer isso é algo que você pode escolher, se será pelo tamanho da fonte, pelo contraste ou mesmo pela ordem natural de leitura, no caso dos ocidentais, de cima para baixo, da esquerda para a direita.

Depois de o observador ler o título do seu anúncio ou observar uma imagem que lhe chame a atenção ele precisa entender a que aquele anuncio está associado, e é aí que vem a segunda parte, ou seja, o texto do anúncio.

Aqui normalmente é um texto curto e que complementa a imagem, pode ser uma frase que leve a uma reflexão sobre um determinado comportamento ou uma chamada para um evento.

E por último mas não menos importante vem o call to action caso você não saiba o que é um call to action eu explico. Call to action é uma palavra inglesa que significa chamada para ação, ou seja, é uma indução para que o leitor ou observador realize uma determinada ação.

Um exemplo bem simples de call to action seria você colocar no rodapé do seu anúncio uma frase como “saiba mais acessando www.umsitequalquer.com”. Ou seja, você está induzindo o leitor a realizar uma ação, ele já leu o título, leu o texto que informa do que se trata o anúncio e agora você pede que ele realize uma ação.

O call to actions é uma das etapas mais importantes de um anúncio feito através de uma peça gráfica pois é aí que o design cumpre o seu papel de ter uma utilidade e gerar um resultado específico.

Vamos a um exemplo

Para ficar mais fácil de entender vamos identificar os elementos que mencionei em alguns anúncios e ver como os criadores organizaram as informações em cada peça.

A imagem ou “título” da peça está sinalizado pelo retângulo de cor azul, ele identifica o elemento que o autor da peça utilizou para chamar a atenção do observador, nos exemplos eu utilizei peças que utilizam imagens marcantes para fisgar o olhar do público.

O retângulo vermelho marca o texto do anúncio, aqui as peças mostram um texto simples e direto que complementa a imagem e leva o observador a fazer uma reflexão.

E finalmente, no retângulo verde temos a chamada para ação de cada peça que normalmente é um convite para obter mais informações ou tomar uma determinada ação específica.

01

“Você não é uma sketch – Diga não a anorexia”

 

02

“O mesmo cão, dono diferente”

 

03

“Curtir não adianta – Seja voluntário e ajude! Mude uma vida!”

Concluindo

Muito bem pessoal, eu espero que vocês tenham compreendido a informação e que ela possa ajudar vocês de alguma forma a melhorar a qualidade das peças que você irá projetar de agora em diante.

E se você gostou desse artigo e ele te ajudou de alguma forma não se esqueça de curtir e de compartilhar ele com os seus amigos nas suas redes sociais, isso te custa apenas um segundo e me ajuda bastante na divulgação do blog.

Aproveite e participe do artigo também comentando dizendo se você gostou, se já utiliza a hierarquia de informações em seus projetos ou até mesmo tirando alguma dúvida sobre algo que não ficou claro.

Não se esqueça também de me acompanhar nas redes sociais onde eu compartilho conhecimento e também um pouco do meu trabalho, Facebook, Twitter, Instagram, Behance e no meu canal no Youtube.

Valeu pessoal, abraço a todos e até o próximo post.

Imagem de capa via Shutterstock.