Escolha uma Página

Tenho certeza que todos adoramos quando alguém nos contrata para realizar algum projeto, melhor ainda é quando um cliente, depois de receber o seu projeto, acaba retornando para nos solicitar outros projetos. Mas por que nem sempre isso acontece?

Essa dúvida me perseguiu durante muito tempo até que recentemente resolvi por a prova algo diferente que me foi aconselhado por um professor. Como deu certo eu resolvi que irei aplicar isso daqui pra frente e claro que vou compartilhar com vocês aqui no blog.

Um dos grandes problemas que muitos designers que trabalham como freelancer reclamam é da escassez de clientes, esse é um problema real que acaba muitas vezes desencorajando o designer a se aventurar em trabalhar por conta própria.

Porém eu acredito que uma das melhores maneiras de se contornar essa dificuldade, além da prospecção de clientes, é buscando fidelizar os clientes que você já possui.

Fidelizar um cliente é uma tarefa nada fácil, as vezes você faz tudo certinho, atende bem, entrega no prazo, faz um trabalho de qualidade mas depois da entrega o seu cliente paga, agradece, se despede e nunca mais aparece.

Man sitting at personal computer holding coffee and texting.

Agora eu lhe faço uma pergunta: será que o serviço que você prestou para o seu cliente era o único que ele precisava? Eu duvido que fosse. Quem nunca foi contratado para fazer um cartão de visitas para um cliente e viu que a marca dele era horrível?

As vezes até damos uma dica e tentamos oferecer um trabalho de re design da marca mas as vezes eles acabam não aceitando, acreditam que o único problema que está atrapalhando o seu negócio é mesmo aquilo para o qual ele lhe contratou.

A consequência dessa não aceitação é que o resultados que o cliente espera com aquele serviço não vem e ele acredita que o design não foi nada além de um gasto e que por sinal não trouxe resultados.

Sendo assim eu preparei algumas dicas para te ajudar a manter o seu cliente trabalhando com você por pelo menos mais um projeto, tem dado certo pra mim e eu acredito que pode dar certo para você também afinal de contas se você quer resultados diferentes precisa fazer coisas diferentes.

Aprenda a diagnosticar o problema do seu cliente

Um dos grandes erros que cometemos ao sermos contratados para o desenvolvimento de uma peça de design é não nos preocuparmos em avaliar o negócio do cliente e saber se o que ele está pedindo é realmente o que ele precisa.

Muitas vezes ele está te pedindo um cartão de visitas, porém o que ele precisa pode ser uma mudança na marca ou a criação de um web site, e você só poderá saber isso se fizer uma análise para então diagnosticar o problema da empresa do seu cliente.

Você não chega no consultório do seu médico e fala pra ele “doutor me receite algum remédio pois estou com a doença tal”, não, você informa a ele o que você está sentindo, ele faz uma rápida avaliação e finalmente dá o diagnóstico e o tratamento necessário.

Doctor doing medical examination on patient

Devemos proceder da mesma forma quando nosso cliente entrar em contato conosco, perguntar a ele que problema pretende solucionar com aquele projeto. Ele poder ser o dono de um restaurante e te dizer “olha eu quero esse flyer para divulgar o meu restaurante pois estamos com um baixo número de frequentadores”.

No exemplo acima os motivos que estão levando ao baixo número de frequentadores podem ser os mais variados, baixa qualidade da comida, má localização do restaurante, preço elevado etc. E como o seu cliente pode afirmar que o flyer vai resolver o problema do negócio dele?

Percebe como é importante que você faça esse diagnóstico? Somente fazendo isso você vai poder saber qual a melhor maneira de ajudar  seu cliente e atacar o problema diretamente na fonte.

Converse com o seu cliente

É claro que para fazer uma análise bem detalhada e que apontasse dados precisos você precisaria se aprofundar em pesquisas e testes, e nem sempre o seu cliente está disposto a trabalhar dessa forma, muitas vezes eles só querem que você projete a peça e ponto final.

Porém com uma simples conversa você já consegue identificar muitas coisas que podem estar impedindo a empresa do seu cliente de se desenvolver e obter mais ganhos.

Man drinking coffee while looking at computer monitor and talking on phone.

Essa conversa você pode ter durante o briefing, faça perguntas sobre a empresa e principalmente, pergunte por que ele está querendo aquele projeto, é nessas horas que o cliente aponta um problema da empresa, ele pode te falar por exemplo que está querendo aquele projeto na esperança de aumentar o volume de vendas de um produto.

Assim você já identificou um problema, ou seja, baixo volume de vendas. Continue conversando com ele na tentativa de conhecer melhor a estrutura que ele possui e até mesmo a forma como administra a empresa, isso pode te ajudar a identificar outros pontos que precisam de melhorias.

Entenda do negócio

É muito importante que você tenha um mínimo de conhecimento de design aplicado aos negócios para poder fazer uma análise da empresa do seu cliente e poder apontar os pontos onde ele pode fazer melhorias.

Esse conhecimento de design e empreendedorismo não precisa ser profundo mas quanto mais você conhecer de design e negócios será mais fácil de fazer a avaliação da empresa do seu cliente e melhor será o seu diagnóstico.

Side profile of man sitting at his desk in home office in evening.

Uma dica que posso lhe dar é pesquisar sobre o tipo de negócio em que a empresa do seu cliente atua, conheça os concorrentes e as práticas mais comuns nesse tipo de negócio, eu garanto que só isso já vai ajudar bastante você a identificar possíveis pontos a serem melhorados.

Eu sempre digo que o design é uma profissão que permite que você aprenda bastante sobre várias coisas que estão muito fora do seu cotidiano unicamente pelo fato de estarmos em contato com diferentes tipos de negócios.

Sendo assim faça a sua lição de casa e aprenda mais sobre o seu cliente e o tipo de empresa ou negócio que ele possui.

Tente negociar

Esse é um momento delicado, você não deve simplesmente dizer pro seu cliente que não basta ele ter um cartão de visitas mas sim que ele precisa ter um web site para estar a altura dos seus concorrentes.

Você precisa mostrar pra ele que aquela é uma necessidade real da empresa dele, mostre os resultados da sua pesquisa quando estiver apresentando a proposta para a peça que ele solicitou, eu acredito que este seja o melhor momento para fazer isso.

Two businessmen talking in office

Seja sempre educado e mostre a ele que você quer ajudá-lo e não apenas arrancar mais dinheiro dele. Muitos designers erram justamente por quererem se livrar do cliente a qualquer custo somente entregando aquilo que eles pediram.

Na hora de negociar tenha paciência e não seja inflexível, seu cliente estará comprando dois serviços então nada mais justo que lhe oferecer um desconto. A negociação é uma fase complicada e que pode gerar muitos desdobramentos mas garanto que se tiver paciência e educação você conseguirá convencê-lo.

Concluindo

Se você conseguir avaliar corretamente as necessidades reais do seu cliente e utilizar o design para gerar uma solução não tenha duvida de que ele passará a te ver não como uma despesa mas como um investimento.

Não esqueça disso, designers não vendem flyers ou sites, vendemos soluções e nossos cliente quando nos procuram é unicamente para melhorar o seu negócio e claro aumentar os seus lucros.

Precisamos entender isso para então começarmos a trabalhar de uma forma diferente, não mais como meros cumpridores de ordens mas como solucionadores de problemas e consultores especializados.

É isso aí pessoal esse artigo fez apenas uma leve explanação sobre esse tema mas tenho certeza que as dicas são bem válidas, quem sabe não escrevo mais um pouco sobre esse mesmo tema detalhando um pouco mais cada tópico.

Eu espero que vocês tenham gostado e se você gostou não se esqueça de clicar aí em “curtir” e de compartilhar com os seus amigos em suas redes sociais.

E você? Seus clientes costumam voltar e te solicitar novos projetos? Ou eles vão embora e não voltam nunca mais? Compartilha com a gente a sua experiência e os seus comentários aí embaixo.

Antes de me despedir gostaria de convidar todos vocês a darem uma olhada no novo projeto que postei no meu portfólio, nele eu compartilho algumas ilustrações e sketchs que fiz.

É isso aí pessoal, abraço a todos e até o próximo post.

Imagens via Corbis e imagem de capa via Shutterstock.