Escolha uma Página

Essa sem dúvida alguma é uma das principais perguntas que um designer iniciante se faz, especialmente quando está diante de seu primeiro projeto ou da possibilidade de conseguir seu primeiro cliente.

Antes de prosseguirmos é preciso deixar aqui uma importante observação, embora eu vá falar sobre definir o preço de um projeto de design todas essas informações valem também para o desenvolvimento de projetos de lettering, afinal esse é mais um dos serviços que podem ser prestados por um designer.

Design & Lettering

Sendo assim fica atento nessas informações pois elas vão te ajudar a já começar a definir o preço do seu trabalho e consequentemente começar a ganhar dinheiro com a produção de letras personalizadas.

A primeira coisa que você precisa desde já saber é que não existe uma fórmula fixa para definir o preço do seu serviço como designer, muitos fatores podem influenciar na hora de estabelecer o valor final a ser cobrado por um projeto de design como por exemplo o tamanho da empresa do seu cliente, a complexidade do projeto, o mercado em que você está inserido, a sua experiência e qualificações como designer, enfim, várias coisas devem ser levadas em consideração.

Não existe fórmula mágica

Saber administrar corretamente as finanças da sua empresa (afinal como designer freelancer você é uma empresa de um homem só) não é uma tarefa simples, pelo contrário, exige muita dedicação e atenção com uma série de coisas como lucro, custo de produção, taxas e impostos etc.

Falar sobre todos esses pontos em um único artigo seria cansativo para o leitor, por isso aqui vou explicar de forma mais objetiva e demonstrar a maneira como utilizo em meu próprio trabalho pois acredito que é uma forma segura de estabelecer o preço final para um projeto de design.

Caso você deseje obter informações mais completas e muito mais detalhadas sobre precificação de projetos de design e gerenciamento financeiro para designers freelancers eu recomendo muito que você leia o livro “Quanto Custa Meu Design?” do autor André Beltrão e publicação da Editora 2AB.

Livro Quanto Custa Meu Design?

Foi através desse livro que aprendi a estabelecer meu preço de venda e não apenas isso mas também a entender como funciona a gestão financeira de um negócio como designer freelancer.

Dito isso vamos agora ver alguns passos que você deve seguir para conseguir estabelecer o preço de venda dos seus projetos de design.

Criando uma tabela de preços para o seu negócio

O que considero mais prático para definir o preço de um projeto de design é estabelecer uma tabela com os tipos de projetos mais comuns que você realiza. Para fazer isso você precisa saber quanto tempo em média leva para finalizar um determinado projeto e em seguida multiplicar esse tempo pelo custo da sua hora de trabalho.

Vamos ver um exemplo prático: Suponhamos que você queira saber quanto cobrar para desenvolver o projeto gráfico de um flyer, agora vamos supor que você leve em média 6h para cumprir essa tarefa, onde nessas horas você precisaria de 1h para analisar o briefing, 1h de pesquisa, 1h de rascunhos e busca de ideias, 2h de arte final e digitalização e 1h desenvolvendo a defesa para a sua proposta.

Imaginando que o preço da sua hora de trabalho seja de R$ 25,00 o valor médio para criação de flyer na sua tabela seria então de R$ 150,00. Ou seja R$ 25,00 (valor da sua hora de trabalho) multiplicado por 6 horas (tempo necessário para criar o flyer).

Calcula do preço de cada projeto.

Faça esse mesmo processo para todos os tipos de serviços e criações que costuma realizar em seu trabalho como designer e ao final você terá os valores médios para usar como referência. Veja que eu disse “usar como referência” pois vez ou outra é possível que um determinado projeto possa custar um pouco mais ou um pouco menos que o valor tabelado dependendo de fatores como por exemplo a complexidade do projeto ou necessidades específicas determinadas no briefing.

Mesmo não tendo feito nenhum trabalho anteriormente você ainda pode definir o tempo que irá levar para fazer um determinado projeto simplesmente imaginando quanto tempo você levaria em cada etapa ou também com base no tempo que você leva na criação de projetos a nível acadêmico ou feitos de forma autoral (para si mesmo).

Como eu já disse anteriormente não existe uma fórmula mágica para definir o preço do seu negócio e muitas vezes você só irá acertar depois de alguns erros.

Quanto custa minha hora de trabalho?

Definindo o preço da sua hora de trabalho

Agora você deve estar se perguntando “tudo bem eu entendi, mas quanto custa o preço da minha hora de trabalho?”, isso é o que veremos a seguir, afinal de contas você precisará dessa informação para realizar o cálculo anterior.

Esse aliás é um assunto que por si só renderia um outro artigo pois deve envolver um cálculo mais detalhado contendo suas despesas e a sua ideia do salário ideal para cobrir esses itens, alem do valor necessário para que você consiga manter um fundo de reserva.

De qualquer forma para que você não fique sem um “norte” na hora de definir o valor da sua hora vamos ver uma forma mais simplificada do cálculo. Comece definindo quanto você gostaria de ganhar por um mês de trabalho, vamos supor que esse valor seja de R$ 4.000.

Com esse valor definido agora basta dividi-lo pelo número de horas trabalhadas em um mês que nesse exemplo seria de 160 horas que é o equivalente a 8 horas de trabalho por dia durante quatro semanas, ou seja, um mês de trabalho. O valor obtido aqui seria 25 (R$ 4000 / 160h), sedo assim a sua hora de trabalho custaria R$ 25,00.

Cálculo da hora de trabalho.

Outras tabelas de preços para projetos de design

Ainda é possível encontrar outras tabelas de preços para projetos de design, especialmente na internet, uma das mais conhecidas com certeza é a da ADEGRAF (Associação de Designers Gráficos), que contempla os serviços mais comuns oferecidos por um designer gráfico como criação de logotipo, materiais para impressão, ilustração etc.

Alguns designers gostam dessa tabela enquanto outros acreditam que os valores que se encontram lá são absurdos pois são extremamente elevados se levarmos em consideração os tipos de clientes mais comuns e suas condições de investimentos disponíveis para um projeto de design.

Para termos um exemplo em números na versão mais recente da tabela de preços da ADEGRAF (2016 / 2018), um projeto de identidade visual básico pode variar de R$ 3.070 para um micro empreendedor individual (MEI) até R$ 15.248 para uma empresa de médio porte.

ADEGRAF - Associação dos Designers Gráficos.

Assim como esses valores podem ser considerados absurdos para alguns designers para outros pode ser o preço justo, é difícil dizer isso com precisão uma vez que, como vimos anteriormente, definir o preço de um serviço é algo um pouco mais complexo e eu particularmente não encontrei uma explicação informando quais os parâmetros levados em consideração para definir cada um dos preços adicionados na tabela da ADEGRAF.

O que considero ideal é que cada profissional de design crie sua própria tabela de referências para preços afinal de contas cada um sabe quais são suas despesas, investimentos e o valor de seu trabalho.

De qualquer forma não considero a tabela da ADEGRAF e outras tabelas também como sendo totalmente ineficientes, acredito que elas são boas para que você tenha uma noção básica dos preços a serem cobrados e não ficar nem muito abaixo e nem muito acima desses valores, sendo assim se você preferir usar a tabela só recomendo duas coisas: seja realista quanto ao preço e a qualidade do seu serviço e esteja sempre aberto para negociar e escutar seu cliente. Fazendo isso tenho certeza que conseguirá vender bem os seus projetos.

Concluindo

Como eu já mencionei nesse artigo definir um preço para seus projetos de design não é uma tarefa das mais fáceis, porém é algo que merece muito da sua atenção, mesmo que você leve um tempo até conseguir definir o preço corretamente, de forma que você tenha lucro e não prejuízo com seu trabalho, não desista, embora seja algo um pouco complicado no começo tenho certeza que com um pouco de paciência você consegue.

Definir corretamente o seu preço é algo que você precisa fazer o quanto antes caso ainda não tenha feito, pois isso pode definir o sucesso ou não do seu negócio como designer freelancer ou como um pequeno estúdio.

Eu espero ter ajudado um pouco nessa questão ao menos indicando um caminho para começar, caso você ainda tenha dúvidas sinta-se à vontade para compartilhá-las aí nos comentários.

Então é isso, vou ficando por aqui, um abraço e até a próxima.

 


Fonte bibliográfica para este artigo: